Estadual

06/08/2019

Consórcio Paraná Saúde recebe R$ 154 milhões para compra de 164 medicamentos básicos

O Consórcio Paraná Saúde recebeu hoje, em Curitiba, R$ 154 milhões (R$ 102 milhões do Governo Federal e R$ 52 milhões do Governo do Estado) para a compra de 164 medicamentos básicos, beneficiando 398 municípios do Paraná, em 2019 e 2020. Os recursos foram viabilizados por meio de convênio firmado entre os Governos Federal e Estadual.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior disse que os recursos permitirão ao Consórcio Paraná Saúde comprar medicamentos com economia de 40% em comparação com uma negociação individual de um município. “Esse projeto tem vinte anos, vem evoluindo constantemente e consegue viabilizar a compra dos remédios para toda a rede básica, os postos de saúde, e o volume dessa compra consegue baratear a negociação com os laboratórios”, afirmou .

O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, disse que a área de medicamentos é fundamental porque atinge a população mais humilde em um momento de extrema necessidade. Ele também destacou que para 2020 o intuito do governo estadual é duplicar os repasses aos consórcios intermunicipais de saúde. “Nesse ano, destinamos R$ 30 milhões e para o ano que vem trabalhamos com um orçamento de R$ 60 milhões. Ainda é pouco, os municípios estão com a maior carga, mas vamos estabelecer novas regras para avançar nessa relação ofertando ainda mais serviços aos paranaenses”, comentou Beto Preto.

O presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) e prefeito de Pérola, Darlan Scalco, disse que os consórcios são o futuro da administração pública. “Nós compramos em grande escala. É um trabalho coletivo, e estamos felizes pelo fato de o governador Ratinho Junior acreditar no trabalho dos consórcios para atender melhor a nossa população”, comentou.

O presidente do Consórcio Paraná Saúde e prefeito de Balsa Nova, Luiz Cláudio Costa, disse que o anúncio representa a garantia de normalidade dos repasses para manter a estrutura, que funciona com apoio de recursos federais, estaduais e municipais. “Os consórcios conseguem dar mais maleabilidade aos recursos, isso faz com que eles tenham capilaridade para alcançar rapidamente os 398 municípios do Paraná”, afirmou.

Mais recursos

Na mesma solenidade, o governador Ratinho Junior e o secretário Beto Preto assinaram a liberação de recursos adicionais de R$ 915 mil, em três parcelas de R$ 305 mil, para auxiliar o custeio das ações de média complexidade ambulatorial do Comesp (Consórcio Metropolitano de Saúde do Paraná), que atende os 28 municípios da Região Metropolitana de Curitiba.

Participaram da cerimônia, ainda, o presidente da Acispar (Associação dos Consórcios e Associações Intermunicipais de Saúde do Paraná) e prefeito de Alto Piquiri, Luiz Carlos Borges Cardoso; a presidente do Comesp (Consórcio Metropolitano de Saúde) e prefeita de Colombo, Bete Pavin; e a presidente do Cosems (Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná), Cristiane Martins Pantaleão. (Fonte: Agência Estadual de Notícias, com Assessoria de Comunicação da AMP).

 

Crédito da foto: Rodrigo Felix Leal.

 

 

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.