Educação

12/08/2020

AMP e Sebrae/Pr explicam projeto “Reinvente a sua cidade” a secretários-executivos de associações

A AMP (Associação dos Municípios do Paraná) e o Sebrae-Pr (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná) promoveram videoconferência com os secretários-executivos das 19 associações do Paraná,  nesta quarta-feira (dia 12), para explicar como funcionará o programa criado com o objetivo de ajudar os municípios do Estado a se estruturarem no enfrentamento da crise e na retomada da economia no período posterior à pandemia da Covid-19: o “Reinvente a sua Cidade - da Crise à Oportunidade”. Por meio dele, os parceiros oferecerão aos municípios acesso a soluções inovadoras de maneira digital, coletiva, inclusiva e sem custos. Em uma segunda fase, o projeto será lançado e apresentado oficialmente aos prefeitos do Estado.

O “Reinvente sua Cidade - da Crise à Oportunidade” está sendo desenvolvido em parceria com o Governo do Estado, Sistema Fiep (Federação das Indústrias do Paraná), Fecomércio (Federação do Comércio do Paraná), Fetranspar (Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Paraná), Fomento Paraná, BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), Sistema Ocepar (Organização das Cooperativas do Paraná) , Faciap (Federação das Associações Comerciais do Paraná) e Fampepar (Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais do Paraná).

Depois da abertura da videoconferência, feita pelo supervisor do projeto na AMP,   Lucas Echeverria, o coordenador de Negócios Institucionais do Sebrae/PR e da ação de retomada econômica por meio do “Reinvente sua Cidade”, Vinicius Milani, disse que o objetivo do projeto é apresentar uma ferramenta simples e de rápida operacionalização para garantir a retomada do desenvolvimento nas prefeituras, com o apoio de todos os parceiros que os governantes considerarem necessários, incluindo as universidades e empresas . “O projeto é gratuito, inclusivo e coletivo”, comentou.

Disse que haverá um lançamento oficial do projeto, que ocorrerá quando houver controle da pandemia da Covid-19, seguido de nove eventos regionais virtuais para orientar as prefeituras a aplicarem o manual. “Precisamos salvar vidas, empresas e empregos”, comentou. Milani explicou que o projeto objetiva oferecer soluções criativas para as prefeituras.

Citou também o manual criado pela equipe técnica do projeto que será utilizado para orientar as prefeituras no plano de retomada da atividade econômica, levando em conta suas particularidades. Haverá ainda uma central de atendimento e uma força-tarefa para atender às prefeituras. “Vamos fazer uma tutoria às prefeituras, orientando-as a colocar o projeto em prática, com base no manual”, disse.

Paraná será pioneiro

O diretor da CNM (Confederação Nacional de Municípios) Joarez Lima Henrichs, disse que o Paraná sai na frente dos demais Estados, com este programa. “O programa será modelo e divisor-de-águas na administração pública. O caminho das prefeituras será a qualificação. 2021 será um ano diferente, na área pública. As prefeituras terão que se reinventar. As associações regionais terão papel fundamental neste processo e o programa vai ajudar muito neste sentido”, disse.

O gestor da Plataforma Mais Brasil no Paraná, João Augusto Cobra, elogiou o programa, que foi incorporado pelo Governo do Estado como ferramenta de retomada do desenvolvimento econômico das cidades. “O Estado estará sempre junto com a AMP, as associações regionais e todas as prefeituras do Paraná neste projeto. Será uma ferramenta de capilarização fundamental na oferta dos serviços que vamos oferecer a toda as prefeituras do Estado”, afirmou, representando o secretário estadual do Planejamento, Valdemar Bernardo Jorge.

 

Assessoria de Comunicação da AMP

AURÉLIO MUNHOZ

Reg. Prof. Mtb: 2.635/10.

Telefones: 41-3223-5733 e 41-99544-0404.

 

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.