AMPr Notícias

18/12/2019

Governo convoca prefeitos e associações de municípios para se integrarem à força-tarefa contra a dengue no Paraná, que começa hoje no Estado

A AMP (Associação dos Municípios do Paraná) é uma das organizações que integra a força-tarefa permanente de combate à dengue formada pelo Governo do Estado, em todas as regiões do Paraná. A AMP participou de reunião ontem, no Palácio Iguaçu, na qual o governo pediu apoio de todos os prefeitos e prefeitas do Estado à campanha, que será lançada no dia 18 pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e pelo secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

Veja os links onde estão osmateriais da campanha: Twitter - https://twitter.com/governoparana/status/1207254913899737090?s=08

Facebook - https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2185495664884510&id=130458937054870

Instagram - https://www.instagram.com/p/B6Nhsb-lDNd/?igshid=119vdv0h8wita

No mesmo dia, pela manhã, o governo promoveu reunião com todas as organizações que integram sua estrutura para iniciar uma grande campanha de orientação e prevenção, além de atividades como palestras informativas e ações de campo em busca de criadouros em todos os municípios.

A ideia, segundo o chefe da Casa Civil, Guto Silva, é fazer com que a informação chegue ao maior número de paranaenses possíveis, numa verdadeira guerra contra a dengue. O mutirão contará com professores e alunos da Rede Estadual de Ensino, profissionais da saúde e agentes de segurança pública, além de funcionários da Sanepar e Copel. O objetivo é disseminar em todo o Paraná informações de combate ao mosquito Aedes aegypti para a população.

“O Governo do Paraná está unido no combate contra a dengue. Podemos ter uma grande epidemia da doença, o que nos coloca em alerta total, buscando a prevenção”, disse Beto Preto, secretário estadual da Saúde. “Queremos alertar a comunidade paranaense para a gravidade do assunto. Convocá-la para entrar em campo nesta luta contra a dengue”, acrescentou.

BOLETIM

O momento é preocupante porque, de acordo com o mais recente boletim semanal epidemiológico divulgado na terça-feira (10) pela Secretaria de Estado da Saúde, o Paraná registra 2.631 casos confirmados, 762 a mais que na semana anterior. O montante é 2.500% superior ao mesmo período do ano passado, aponta a secretaria.

O caso que requer maior atenção é do município de Nova Cantu, na região Centro-Oeste. A cidade, com cerca de 7 mil habitantes, tem 283 casos de dengue e duas mortes confirmadas. “É um número preocupante, muitas cidades vivem epidemia de dengue, e só com a participação da população vamos reduzir esses casos”, disse Beto Preto.

EPIDEMIA

 Além de Nova Cantu, outros 9 municípios estão em situação de epidemia: Quinta do Sol, Inajá, Santa Isabel do Ivaí, Ângulo, Colorado, Floraí, Uniflor, Doutor Camargo e Florestópolis. Há outras cidades ainda em situação de alerta: Lindoeste, Juranda, Douradina, Cianorte, Indianópolis, São Carlos do Ivaí, Flórida, Munhoz de Mello, Leópolis, Uraí, Jesuítas, Diamante do Norte, Paranacity e Sertaneja.

Mesmo antes do início da força-tarefa, o Governo do Estado organizou ações em todo o Paraná, envolvendo as Regionais de Saúde e as secretarias municipais. As cidades de Vera Cruz do Oeste, Céu Azul, Nova Aurora, Ibema, Boa Vista da Aparecida, Braganey, Espigão Alto do Iguaçu, Anahy, Formosa do Oeste, Capitão Leônidas Marques, Jesuítas, Iracema do Oeste, Cafelândia, Cascavel, Nova Floresta, Marialva, Munhoz de Mello, Flórida, Carambeí, Almirante Tamandaré, Lapa, Tijucas do Sul e Cerro Azul também promoveram várias ações de orientação, envolvendo arrastão de limpeza, distribuição de panfletos, abordagem de pedestres nas ruas e rodoviárias e palestras. (Fonte: Agência Estadual de Notícias)

 

Arquivos anexados:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.