Jurídico

15/05/2019

Governo do Estado investirá R$ 2 bilhões em Programa de Revitalização das Estradas

Municípios de todas as regiões do Paraná serão beneficiados com o Programa de Revitalização das Estradas, que foi lançado na manhã desta terça-feira (dia 7), em Curitiba, pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior. O investimento no projeto chega a R$ 2 bilhões. Atingirá 8 mil km, em 33 lotes de obras, em todas as regiões do Paraná, ao longo dos próximos três anos. Veja os trechos que serão beneficiados AQUI.

O presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) e prefeito de Pérola, Darlan Scalco, disse que muitas vidas serão salvas com o lançamento do programa. “Além disso, o desenvolvimento do Paraná passa por essas estradas”, afirmou o prefeito, diante de cerca de 200 gestores municipais que participaram da solenidade, no Palácio Iguaçu.

Darlan Scalco também anunciou outra boa nova aos prefeitos: a admissibilidade, na comissão especial da Câmara Federal, do projeto elaborado pelo deputado Peninha (MDB/SC) que prorroga até 2022 os mandatos dos atuais mil prefeitos e vereadores de todo o País. O objetivo principal da proposta é racionalizar despesas.

Logística e segurança

O governador Ratinho Junior destacou a importância do programa. “É um investimento robusto que atende a necessidade da malha estadual. Primeiro por uma questão de segurança, infelizmente muitas pessoas perderam suas vidas nessas rodovias mal cuidadas”, disse o governador. “Também há a questão logística. Precisamos de uma infraestrutura adequada para fazer com que a produção paranaense seja exportada para o mundo inteiro”, afirmou.

O secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, explicou que os projetos da sua pasta estão sendo desenvolvidos há anos, mas estavam judicializados e precisaram ser revistos para readequar com os valores atuais. “Avaliamos todos os trechos. Temos rodovias em situação precária em várias regiões do Estado que precisam de uma intervenção imediata”, disse. A Secretaria de Infraestrutura trabalha desde o início do ano junto com os órgãos de fiscalização e controle, como o Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e Tribunal de Justiça, para a liberação das obras.

As obras

As obras foram divididas em 33 lotes e compreendem todas as regiões do Estado. Na regional Leste serão revitalizados 488 quilômetros de rodovias; nos Campos Gerais serão 1,9 mil quilômetros; no Norte, 1,9 mil quilômetros; no Noroeste, 3,2 mil e no Oeste 2,3 mil. “O programa abrange praticamente toda a malha viária do Estado, com exceção dos trechos consorciados e que pertencem ao governo federal”, explicou o diretor-geral do DER (Departamento de Estradas e Rodagem), João Zampieri.

 

Assessoria de Comunicação da AMP, com Agência Estadual de Notícias
AURÉLIO MUNHOZ 
Reg. Prof. Mtb: 2.635/10. 
Telefones: 41-3223-5733 e 41-99544-0404

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.