Educação

18/12/2018

Cursos da AMP colocam Paraná como 2º Estado com menos cidades com PAR bloqueado

O Programa de Educação Continuada - Projeto de Gestão Educacional, realizado pela AMP (Associação dos Municípios do Paraná) e o PTI (Parque Tecnológico de Itaipu) com a promoção da Itaipu Binacional e o apoio das associações regionais de municípios, posicionou o Paraná como o 2º Estado com o menor número de cidades com o PAR (Plano de Ações Articuladas) bloqueado.

No Paraná, 59,40% dos municípios já estão com o PAR desbloqueado e 162 cidades permanecem com o problema. Quando o programa começou a ser desenvolvido no Paraná, em 18 de setembro, 267 municípios estavam com o PAR bloqueado e o Paraná ocupava a 5ª posição entre os Estados brasileiros. O Paraná perde apenas do Rio Grande do Sul, Estado no qual 62,58% estão com o PAR desbloqueado.

Cursos em todo o Estado

Coordenado na AMP pelo consultor em Educação da Associação e integrante do Conselho Estadual de Educação, Jacir Machado, o Programa de Educação Continuada - Projeto de Gestão Educacional promoveu 11 cursos, em todo o Estado, nas seguintes cidades: Curitiba (duas edições), Londrina, Jacarezinho, Maringá, Umuarama, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa, Francisco Beltrão, Campo Mourão e Pitanga.

Os cursos foram totalmente gratuitos e possibilitaram o treinamento, nestes três meses, de mais de 2,5 mil pessoas. Neles, os palestrantes também ministraram oficinas para propiciar um acompanhamento técnico individualizado a cada um dos interessados em resolver os problemas específicos dos seus municípios.

O presidente da AMP e prefeito de Coronel Vivida, Frank Schiavini, destacou a importância do treinamento e fez um agradecimento especial aos diretores e colaboradores das dez associações regionais de municípios que apoiaram o programa:

Assomec (Região Metropolitana de Curitiba), Amepar (Médio Paranapanema), Amunorpi (Norte Pioneiro), Amusep (Setentrião Paranaense), Amerios (Região do entre Rios), Amop (Oeste), AMCG (Campos Gerais), Amsop (Sudoeste), Comcam (Região de Campo Mourão) e Amocentro (Centro).

Palestrantes e temas

Os cursos foram ministrados pelo arquiteto e urbanista Tiago Radünz, que falou sobre o tema “PAR (Plano de Ações Articuladas e o monitoramento das obras)”. Além dele, ministraram palestras o consultor em Educação da AMP e integrante do Conselho Estadual de Educação Jacir Bombonato Machado, que abordou o tema “Financiamento da Educação, Gestão e Transparência e Controle Social”.

Outro palestrante foi o advogado José Dorival Perez, que tratou dos “Princípios Constitucionais e Administrativos, Gestão de Recursos Humanos, Organização da Educação, Análise de Acórdãos do TCE/PR”. Ainda, o professor e membro do Conselho Estadual de Educação Celso Augusto Souza de Oliveira, que abordou o tema “BNCC (Base Nacional Comum Curricular)”.

Finalmente, atuou como palestrante a ex-chefe de Divisão de Administração do FNDE e técnica no PNAE (Programa de Alimentação Escolar) Isabel Cristina Pereira Dantes de Almeida, que falou sobre os aspectos teóricos e práticos da “Prestação de Contas dos Recursos da Educação recebidos do MEC/FNDE”.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.