Nacional

29/06/2018

Conasems e CNM emitem nota contra MP 827/2018 sobre agentes comunitários de saúde

Nota conjunta emitida pela CNM (Confederação Nacional dos Municípios) e o Conasems (Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde) alerta para os problemas que as gestões municipais terão com a Medida Provisória 827/2018, que diz respeito aos agentes comunitários de saúde.

MP 827/18 prevê aumento e reajuste da remuneração, jornada de trabalho de 40 horas, formação continuada e transporte para os agentes. Agora, a proposta segue para análise no plenário da Câmara dos Deputados e, depois, no Senado Federal. O piso salarial ficou fixado no valor de R$ 1.550,00 mensais, obedecendo o seguinte escalonamento: I – R$ 1.250,00 em 1º de janeiro de 2019; II – R$ 1.400,00 em 1º de janeiro de 2020; III – R$ 1.550,00 em 1º de janeiro de 2021.

Leia, aqui, a íntegra da nota.

http://www.conasems.org.br/wp-content/uploads/2018/06/20180628_171126.compressed.pdf

 

Assessoria de Comunicação da AMP

AURÉLIO MUNHOZ 
Reg. Prof. Mtb: 2.635/10. 
Telefones: 41-3223-5733 e 41-9544-0404. 

 

 

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.