Estadual

09/02/2018

Governo do Estado libera R$ 122,13 milhões de cota extra do ICMS para as 399 prefeituras do Paraná; dinheiro já está disponível para municípios

Os 399 municípios do Paraná receberam hoje no Palácio Iguaçu, em Curitiba, com as presenças do governador Beto Richa e da vice-governadora, Cida Borghetti, um valor total de R$ 122,13 milhões referentes a uma nova cota extra do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias). O dinheiro caiu nas contas das prefeituras hoje mesmo. Veja, no link a seguir, os valores repassados por município: http://www.aen.pr.gov.br/arquivos/3001ICMSlista.pdf

O presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná), 2º vice-presidente da CNM (Confederação Nacional dos Municípios) e prefeito de Assis Chateubriand, Marcel Micheletto, representou os prefeitos na cerimônia. Ele recebeu um cheque simbólico no valor total dos repasses das mãos de Beto e Cida.

Para Micheletto, a transferência de recurso extra demonstra o caráter municipalista do Governo do Estado. “É importante para os municípios iniciarem o ano com dinheiro para fazer melhorias. Esta é a maior demonstração de que temos um governo municipalista”, comentou o presidente da AMP.  

Apoio aos municípios

Segundo o Governo do Estado, o valor refere-se ao pagamento do imposto por empresas que receberam incentivos fiscais do programa Paraná Competitivo para projetos de investimentos no Estado. O governador Beto Richa lembrou que, desde 2013, já são quatro cotas extras, somando R$ 861 milhões liberados aos municípios.

É o segundo ano consecutivo que o Governo do Estado reforça o caixa dos municípios no início do exercício. Em janeiro do ano passado, o Governo havia liberado uma cota extra do ICMS, no valor de R$ 430 milhões, o que ajudou as prefeituras a reforçar seus caixas e honrar seus compromissos financeiros.

Foto: Agência Estadual de Notícias. 

Assessoria de Comunicação da AMP, com Agência Estadual de Notícias

AURÉLIO MUNHOZ 
Reg. Prof. Mtb: 2.635/10. 
Telefones: 41-3223-5733 e 41-9544-0404. 

 

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.